Dicas de Compras

5 dicas para evitar cair em fraudes na compra online

5 dicas para compras online

Não são poucos os relatos de quem já deixou de comprar por medo de golpes na internet. Fazer alguma compra online requer alguns cuidados que não são necessários ao comprar em um ponto de venda físico. 

Existem alguns pequenos detalhes que garantem a segurança de dados pessoais (como CPF) e evitam cair em fraudes ao fazer compras no ambiente digital. Se levar em conta todas as facilidades que comprar online oferece, conferir os pequenos detalhes que garantem a sua segurança vai tomar o mínimo do seu tempo.

Ou seja, são pouquíssimos os passos a serem tomados para realizar uma compra online segura. E a Lei Geral de Proteção de Dados está entrando em vigor para que você tenha ainda menos preocupação ao realizar transações no comércio eletrônico. 

Lei Geral da Proteção de Dados evita golpes na internet

A LGPD começa a entrar em vigor no segundo semestre de 2020. Ela demanda que todas as instituições, sejam privadas ou públicas, que usam dados pessoais (coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento) precisam se adequar a processos de gestão que garantem maior segurança e privacidade.

Como o processo para se encaixar dentro das diretrizes da lei é rigoroso, muitas empresas já estão se adaptando desde já. Garantindo muito mais segurança e confiança para quem usa os produtos e serviços no comércio online e evitando os golpes virtuais mais comuns.

Mesmo com medidas protetivas, ainda é importante tomar alguns cuidados ao fazer compras online. Abaixo, você vai ver cinco passos simples para garantir que não cairá em fraudes. 

1- Pesquise a idoneidade da empresa

Antes mesmo de colocar os produtos no seu carrinho de compras, faça uma rápida pesquisa sobre a empresa. Em sites de busca, veja o que está relacionado ao nome do comércio. Veja, também, se está informado o CNPJ da organização no próprio site. 

Há alguns sites que são especializados em dar notas sobre a segurança e a agilidade de milhares de e-commerce. Esses, inclusive, oferecem uma espécie de selo de garantia para as lojas online com melhor desempenho e idoneidade. Ter um selo significa que a empresa é séria e não vai fazer você cair numa fria. Então veja se o e-commerce está listado em sites como esses. 

Golpes na internet ainda acontecem, infelizmente, mas nas redes sociais há muitos depoimentos sobre experiências. Especialmente as ruins. Então confira se há algum depoimento disponível entre sua rede de contatos nas mídias sociais. 

2- Verifique o link e o domínio do site

O primeiro passo para saber se um link é seguro é analisar os primeiros dígitos do endereço. Para não cair em golpes, opte pelos sites que utilizam o protocolo de segurança HTTPS://…

Desconfie de links e domínios que você não conhece e que parecem estranhos. A maioria das empresas usa .com ou .com.br como final de domínio, mas não usar esses não significa golpe. Na verdade, os sites falsos modificam pequenos detalhes para que passem despercebidos.

O Likin.do, por exemplo, não é .com.br. Mas é uma empresa que possui certificado de segurança e fácil acesso para contato ou dúvidas. Também dispõem de todas as informações necessárias para que um cliente faça suas compras com segurança.

Dica: 5 motivos para usar um app de compras

Esteja especialmente atento ao que está escrito no link da loja virtual. Veja se não há “0” no lugar de “o” ou “-” no lugar de “.”. Muitos golpes, especialmente os de roubo de dados, usam domínios parecidos com os de bancos e instituições financeiras. Leia atentamente o endereço que está acessando.

Se estiver em dúvida, copie o link e cole no Google para saber se é esse o domínio original da loja virtual ou site. 

3- Fique atento à certificação digital

Evitar golpes na internet fica muito mais fácil quando sites que lidam com dados pessoais e de transações financeiras têm certificados. Esses certificados são emitidos por sistemas de segurança que usam criptografia para que os dados não sejam legíveis em nenhum outro sistema.

O próprio Google emite um desses, o Google Trusted Store. Há também o Truste, Paypal, Norton e McAfee. Esses certificados aparecem nas páginas de login, no carrinho de compras ou na página inicial do site. 

Para ter certeza de que o certificado é válido e não apenas uma imagem, clique nele. Por questões de segurança, você será direcionado para as informações detalhadas e quais garantias esse certificado oferece. Nos sites falsos, clicar sobre uma imagem dessas não levará o usuário a lugar algum.  

4- Confira a Política do Site

Todos os sites e empresas sérios devem ter sua Política de Uso publicadas no site. Ali há informações sobre como a loja virtual realiza cada etapa da compra, como meios de pagamento e condições de frete. Geralmente, o link para esse compilado de informações está no final da página.

Disponibilizar informações e uma maneira de mostrar que o cliente ou usuário não será envolvido em golpes. Além disso, neste documento estão inclusas informações sobre a empresa, como CNPJ, endereço e razao social. Esses dados são importantes para entender se a empresa está registrada conforme a lei brasileira.

Para ter certeza de que não há fraude, use essas informações mais específicas para pesquisa sobre a empresa no Google. E leia atentamente o documento para ter certeza de que não é apenas uma cópia de algum outro comércio online. 

5- Desconfie de promoções mirabolantes

Se um determinado produto está com o preço tão tentador que você quase não consegue deixar de comprar, pare, respire fundo e não compre. Preços muito reduzidos podem ser sinal de tentativa de fraude.

Ter acesso a boas promoções com segurança é uma das melhores formas de economizar e fazer compras online com tranquilidade. E essa é só uma das vantagens que o Likin.do oferece.

Clique no banner e fique por dentro do lançamento do aplicativo.

Likin.do Shopping, uma experiência inovadora de compras

Além de ser uma plataforma confiável, acessível e com certificado de segurança, os usuários do Likin.do têm acesso a ofertas exclusivas, benefícios extras e garantia de agilidade na entrega e transparência em todas as etapas do processo de compra.

Dica: Conheça os Likin$, a Moeda Virtual do Likin.do

O que fazer em caso de fraude na internet

Quem segue as dicas acima e usa sites seguros como o Likin.do tem raras chances de ser vítima de uma fraude virtual. Medidas de prevenção a fraudes são sempre a melhor opção para se manter em segurança e evitar transtornos.

Caso, de alguma forma, isso ainda ocorra, não se desespere. Em caso de uso indevido de seus dados pessoais ou bancários, faça imediatamente um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima.

Você também pode registrar reclamações no Procon ou no site Reclame Aqui para que as empresas sejam expostas pelos seus erros e, assim, pressionadas a corrigir os problemas. Ao compartilhar sua experiência ruim, você também garante que outras pessoas evitem cair nos mesmos golpes na internet

Categorias: Dicas de Compras

Cadastre-se para receber novidades!

Não usaremos seus dados para fazer SPAM.